Zeca Afonso : Balada do Outono

Letra e música: Zeca Afonso
(fado de Coimbra)
Arménia Rua, jj
EmÁguas e Dpedras do Emrio
Meu Dsono vaEmzio
Não Dvão acorEmdar
EmÁguas das Dfontes caEmlai
Ó ribDeiras chorEmai
Que eu não h7volto Da canEmtar

Rios que vão dar ao mar
Deixem meus olhos secar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto A cantar

Águas do rio correndo
Poentes morrendo
P'ras bandas do mar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto A cantar

Rios que vão dar ao mar
Deixem meus olhos secar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto A cantar

h7 Em D