Janita Salomé : Os homens do largo

Letra e música: Vitorino
In: "Vozes e Guitarras", 97
Victor Almeida
(viola Pedro Jóia)

Não interessa o frio, já é hora das trindades
Tosse ao desafio com os cães
Colado à brancura da parede dos quintais
Ainda mal se vê já aí vem

Uma bucha dura, navalhinha de cortar
Venha mais um copo p'ra aquecer
Tem a alma fria de tanto tempo passar
Lá vem mais um dia p'ra esquecer

Sentado num banco, espera sempre o vento norte
O sol posto dita
Já não espera mágoas nem dá danos a ninguém
Dorme e já não volta amanha