GNR : Efectivamente

Música: Tóli César Machado; Jorge Romão
Letra: Rui Reininho
In: "Psicopátria", GNR 1986
Carlos Ilharco
Adoro o campo, as árvores, as flores
jarros e perpétuos amores
que fiquem perto da esplanada de um bar
com os pássaros estúpidos a esvoaçar

adoro as pulgas dos cães
todos os bichos do mato
o riso das crianças dos outros
cágados de pernas para o ar

efectivamente escuto as conversas
importantes ou ambíguas
aparentemente sem moralizar

adoro as pegas e os pederastas que passam
(finjo nem reparar)
na atitude tão clara e tão óbvia de quem anda a engatar
adoro esses ratos de esgoto
que disfarçam ao dealar
como se fossem mafiosos convictos habituados a controlar

efectivamente gosto de aparências
imponentes ou equívocas
aparentemente sem moralizar