Gal Costa : Festa do interior

Letra e música: Moraes Moreira; Abel Silva
In: "Personalidade"
Carlos Ilharco
Fagulhas, pontas de agulhas
brilham estrelas de São João
babados, xotes e xaxados
segura as pontas do meu coração
bombas na guerra magia
ninguém matava
ninguém morria
nas trincheiras da alegria
o que explodia era o amor
ardia aquela fogueira
que me esquentava a vida inteira
eterna noite
sempre a primeira festa do interior