Adriano Correia de Oliveira : Lira

Letra e música: popular: Açores
(balada açoreana)
jj, Fernando Faria
Morte que mataste Lira, A E7
Morte que mataste Lira, A
Morte que mataste Lira, A7 D Bm
Mata-me a mim, que sou teu!

Morte que mataste lira
Mata-me a mim que sou teu
Mata-me com os mesmos ferros
Com que a lira morreu

A lira por ser ingrata
Tiranamente morreu
A morte a mim não me mata
Firme e constante sou eu

Veio um pastor lá da serra
À minha porta bateu
Veio me dar por notícia
Que a minha lira morreu

A E7 A7 D Bm