PANDEIROS

Lê-se no capítulo dedicado ao pandeiro no livro "Instrumentos Musicais Populares Portugueses", de Ernesto Veiga de Oliveira, que este se toca «... com grande à vontade, ciência e inventiva, numa extraordinária riqueza e variedade de ritmos por vezes muito complexos, rigorosamente exactos para cada música», descrevendo-se ainda com pormenor os preceitos técnicos para a sua boa execução.

Nos exemplos transcritos, a divisão das frases entre as mãos direita e esquerda é indicada pela colocação das figuras sob e sobre a linha, respectivamente.

Felismina de Jesus Sampaio. Moimenta, Vinhais

Colectores: E.V.Oliveira e Benjamim Pereira

Transcrição: D. Morais / Rui Vaz (1982)

TOQUE DE PANDEIRO E FERRANHOLAS (1401evo251.mp3 / 0’17’’)

Moimenta, Vinhais (1960/63)

Pandeiro: Felismina de Jesus Sampaio

O LILARÉ COM OS CINCO SENTIDOS (1402evo257.mp3 / 0’40’’)

Moimenta, Vinhais (1960/63)

Pandeiro: Maria Gordilha

Canto: Manuel Diegues, Maria do Carmo Diegues, Felismina Sampaio

O primeiro que é ver

A coisa que eu mais desejo

Quando passo pela rua

Sempre julgo que te vejo

Lilaré

O segundo que é ouvir

Eu de si não ouço nada

Quando ouço mal de si

Fica-me a côr demudada

Lilaré

O terceiro que é cheirar

Um raminho d’ alecrim

Peço-te, amor da minh’alma

Que não te esqueças de mim

Lilaré

O quarto que é gostar

Eu de si sempre gostei

Desde que nasci até agora

Sempre por si aguardei

Lilaré

O quinto que é apalpar

Menina, os seus anseios

Desejava de saber

Porque são tais arreceios

Lilaré

 

 

 

ALVÍSSARAS À RESSUREIÇÃO (1403evo132.mp3 / 0’46’’)

Lousa, Castelo Branco (1960/63)

Alvíssaras, Alvíssaras

Alvíssaras de alegria

Alvíssaras à Senhora

Alvíssaras de alegria

O seu amado Filho

Ressurgiu ao meio dia

Aleluia, aleluia

Aleluia, com fervor

Aleluia, já é festa

Ressurgiu Nosso Senhor